Wilhelm Wöller

berlimvisitaspersonalizadas-wilhelmwoellerWilhelm Wöller (Alemanha 20/7/1907 – Nova York, 10/12/1954)

Wilhelm foi pintor, cenógrafo e diretor de arte alemão. Ele estudou no colégio de Artes e Ofícios de Bielefeld e nas Academias de Belas Artes de Dresden e de Berlim, mas a sua única exposição individual na Alemanha, na Galeria Ferdinand Möller, em Berlim, em 1935, foi fechada pela Gestapo 20 minutos após a inauguração pois sua arte foi qualificada como arte degenerada (entartete Kunst), termo utilizado pelo regime nazista para descrever virtualmente toda a arte moderna.

Em 1939 Wöller veio para o Rio de Janeiro fugindo das perseguições nazistas.  Em 1945 viajou pela Amazônia onde pintou série de guaches.

No mesmo ano, o seu quadro Namoro Sentimental, exposto na Galeria Askanazy, no Rio de Janeiro, na Exposição de Arte Condenada pelo III Reich foi rasgado por três jovens, no Rio de Janeiro.

Em 1946 ele se mudou para Nova York onde atuou como cenógrafo de televisão até 1954.

Wöller foi incorporado ao grupo artístico de Expressionismo Vanguarda surgida na Alemanha conhecido como Die Brücke (A Ponte).

Os comentários estão desativados.

Facebook
Facebook
Google+
Twitter
Visit Us
Instagram